12 cuidados que as empresas devem tomar na retomada do "novo normal"


Se no começo da pandemia a preocupação era remanejar as equipes e estruturas para o modelo home office, agora é garantir uma retomada das atividades segura para todos. Entre as tantas dúvidas presentes neste momento, a principal é como colocar em prática os protocolos de saúde necessários para tornar os ambientes profissionais ainda mais protegidos.
Se uma empresa permaneceu fechada durante um longo período, há uma outra preocupação além do reforço na limpeza: a manutenção dos sistemas de prevenção a incêndio. Para Carlos Henrique dos Santos, gestor de Desenvolvimento Técnico da Sprink, os planos de escape – trajetos que as pessoas devem seguir em caso de emergência – também precisam ser revisados.
“As portas de saída podem estar fechadas para entrada, mas não trancadas para escape. Além da revisão da rota de fuga, também deve ser elaborado um plano de contingência exclusivo para a pandemia. Todas essas medidas devem ser desenvolvidas por um profissional da área”, afirma o técnico.
Para manter a segurança dos patrimônios e, principalmente, da vida dos colaboradores, assim como o pleno funcionamento dos hidrantes, sprinklers, extintores, iluminação de saída e alarmes, os cuidados com a higienização também devem ser priorizados. Além do uso de máscaras obrigatório e das distribuição de álcool em gel 70%, Carlos Henrique explica como aplicar outros cuidados na retomada das atividades. A desinfecção completa deve ser feita antes da abertura. Ao longo do dia, as áreas de acesso comum ganham ainda mais atenção. Corredores, escadas rolantes, banheiros, áreas de descanso, maçanetas e interruptores devem ser higienizados frequentemente.

A mudança na rotina nos empreendimentos
Além da sanitização, os elevadores precisam ter a capacidade reduzida em 50%. Os diretórios digitais e as telas sensíveis ao toque devem ser desativados por enquanto. Já os dutos de ventilação e sistemas de purificação não podem ficar de fora dos esquemas de limpeza.
Pequenas mudanças são as maiores aliadas no distanciamento social. Nos locais onde formam-se filas, demarque linhas com espaçamento de no mínimo dois metros. Nesses momentos, o sistema de vigilância também serve para monitorar a distância entre as pessoas e o uso das máscaras.
Nos acessos aos banheiros, elevadores e escadas deve ser feito o controle quantitativo de pessoas. Cartazes com orientações nas entradas ajudam a ensinar os frequentadores a respeitarem as medidas.

Novos hábitos para as pessoas
Em todo o lugar que você estiver, evite tocar os olhos, boca e nariz. O hábito de lavar as mãos frequentemente com água e sabão por 20 segundos reduza o risco de contaminação.
Jamais utilize os bebedouros coletivos e nem compartilhe os seus objetos de uso pessoal, como copos, talheres e toalhas. Antes de usar telefones, canetas e equipamentos compartilhados, desinfete os objetos com álcool gel 70%.
As unhas devem estar aparadas e limpas, de preferência sem esmaltação.
Ao tossir ou espirrar, não cubra o rosto com as mãos e não retire a máscara. Cubra o nariz e a boca com um lenço de papel, que deve ser descartado e a máscara, trocada. Outra opção é colocar o antebraço na frente do nariz e da boca.
No trajeto de casa até o trabalho, mantenha sempre a distância mínima de dois metros das outras pessoas. Evite coletivos cheios. A carona de carro de um amigo de trabalho é uma boa opção, porém dever estar limitada a 50% da capacidade do veículo, além de evitar o uso do ar-condicionado.

Ritual ao chegar em casa
Antes de entrar, retire os calçados e coloque-os sobre um pano umedecido com solução desinfetante, com 50 ml de água sanitária para um litro de água. A prioridade é sempre higienizar as mãos. Passe álcool gel ou pano limpo umedecido com solução desinfetante em tudo que você tocou, como a chave, celular, interruptor e maçaneta das portas.
Todas as vezes que usar mochila, ela deverá ser lavada, assim como as roupas. Ao retirar as peças, coloque-as em um balde de molho, para iniciar a lavagem.
Além disso, ao chegar, a sua higienização pessoal deve ser completa, tomando banho e, inclusive, lavando os cabelos com xampu.

Como Montar um Curso Online de Automaquiagem

Juliana Rakoza


Descubra um passo a passo para você começar a ganhar dinheiro online

Como maquiadora e prestadora de serviço, consigo entender exatamente tudo o que você está passando e pensando neste momento. Juliana Rakoza
Desde março sem poder fazer os seu atendimentos, as clientes inseguras em contratar o nosso serviço (agora e no futuro), diversas questões de Biossegurança que ainda estamos sem entender direito o que poderemos ou não fazer durante os nossos serviços, ou seja, vivemos um mar de incertezas.
Neste treinamento de 4 horas ao vivo eu vou te ensinar:
✦ Como funciona o mercado de Beleza EAD;
✦ Melhores plataformas online para oferecer o seu curso;
✦ As melhores estratégias para ensinar maquiagem a distância;
✦ Por onde começar a organizar o seu curso;
✦ Quais habilidades você precisará desenvolver para se destacarno mercado;
✦ Técnicas de apresentação pessoal;
✦ Como escolher o seu público alvo;
✦ Entendendo as necessidades da cliente;
✦ Qual conteúdo ideal para oferecer para suas clientes;
✦ Como criar a grade do curso e plano de aula de acordo como perfil
de turma ou cliente;
✦ Como definir a carga horária do seu curso;
✦ Lista de materiais necessários;
✦ Qual a estrutura física que você deve pedir para que as suas clientes tenham
para obter o melhor aproveitamento da aula;
✦ Como criar o material didático ideal;
✦ Como precificar o seu curso;
✦ Ferramentas para criar artes de divulgação;
✦ Como oferecer e vender o seu curso nas plataformas digitais.
Eu vim aqui te escrever para te acalmar e trazer um conforto neste coração! Vim te mostrar que se você começar a AGIR AGORA, da maneira certa, você pode começar a ter uma nova fonte de renda através das Vendas Online de Cursos de Automaquiagem.

Data: 04/07/2020
Horário: 09h à 13h

Relacionamento Abusivo

Você vive um relacionamento abusivo?
*Lúcia Moyses

Não é fácil definir um relacionamento abusivo, muito menos identificar se você é o abusador ou o abusado. Claro, algumas situações são óbvias, como por exemplo, quando a esposa apanha do marido, quando há uma violência explicita. Mas o relacionamento abusivo não se limita a surras e a danos físicos. O dano psicológico é até mais devastador do que o corpo machucado. Mulheres gostam de apanhar? A não ser em casos de masoquismo, a resposta é “não”. Então por que não se defendem? Por que não delatam o companheiro violento? Por que continuam com ele e ainda inventam desculpas para suas surras? Simples, porque antes de serem abusadas fisicamente, elas foram abusadas psiquicamente.
Antigamente, somente os homens trabalhavam. Eram eles que sustentavam a família. Eram eles que recebiam salário. Eram eles que detinham o poder dentro de casa. O marido mandava e a mulher obedecia. Simples assim. Em famílias mais machistas, o homem poderia trair a esposa, agredi-la física e verbalmente, inclusive diante de outras pessoas, controlar suas amizades, seus relacionamentos familiares, enfim, o homem era o dono e a mulher, a propriedade. A maioria aceitava o fato como se fosse uma lei. No entanto, mesmo aquelas que se revoltavam contra isso, eram obrigadas a aguentar, ou porque não tinham como se sustentar sozinhas, dependiam do marido para tudo, ou porque a família era contra a separação. O aspecto religioso também tinha muita influência na submissão da mulher. O homem era a cabeça, dizia a igreja, e a esposa tinha obrigação de obedecê-lo. Em algumas partes do mundo, até hoje isso é realidade.
Mas e quanto às mulheres que são independentes, livres da dominância masculina e religiosa? Por que não se rebelam contra o relacionamento abusivo? Por que continuam dia após dia ao lado do abusador? Por que inventam desculpas que protegem o homem que as espanca? 
Alguns esclarecimentos 
Para efeito desse artigo, usarei sempre o exemplo de um homem, como abusador, e sua companheira, como abusada.       Mas antes de mais nada, é preciso deixar alguns pontos bem claros. Nem todo abusador usa da violência física. A violência psicológica é mais poderosa e duradoura. Não deixa marcas e o dano pode ser irreversível.
Nem sempre o abusador é o homem. Mulheres também podem ser, e muitas vezes são, abusivas.
Qualquer relacionamento pode ser abusivo. Entre pessoas de sexos opostos ou não.
Qualquer relacionamento pode ser abusivo, não apenas entre casais. Pode haver abuso entre amigos, entre pais e filhos, entre professores e alunos.
Nem sempre o abusador sabe que está abusando e nem sempre o abusado percebe que está sendo dominado.
O abusador não tem cara de vilão e o abuso começa aos poucos, discretamente, disfarçadamente. Normalmente ele é encantador, cativante e você não acredita na sorte que teve de encontrá-lo.
Muitas vezes o abusador se torna abusador porque o abusado lhe confere muito poder. Nem sempre é fácil resistir ao poder.
Mas no que consiste o abuso?
Como saber se você está em um relacionamento abusivo?
Você começa a perder a voz. Sua voz não é mais ouvida, não tem mais valor.
Você começa a perder os amigos. De repente, não há mais nenhum amigo em sua vida.
Você começa a se afastar dos parentes. Frequenta cada vez menos os eventos, as festas, as reuniões sociais.
Você muda a maneira de se vestir, você para de beber, não dá mais aquelas gargalhadas altas, não faz mais nada divertido.
Você frequentemente se sente inadequada.
Você frequentemente se sente indigna de amor.
Você já não tem mais autoestima.
A única pessoa que te ama verdadeiramente é aquela que está ao seu lado.
Nada do que você faz está certo. Nada do que você faz tem valor.
Você não serve para nada.
Você se olha no espelho e não mais se reconhece.
Quando é maltratada, você acha que mereceu, que a culpa foi sua.
Você tem medo de perdê-lo, pois ninguém mais vai te querer.
A armadilha
Júlio é encantador. Não necessariamente bonito, mas charmoso. Desde o começo trata Amanda como se ela fosse uma joia rara e delicada. Ele lhe dá presentes lindos, leva a amada a diversos restaurantes, conquista toda a sua família e até os amigos dela incentivam o namoro.
Ele pede que Amanda vá morar com ele e ela prontamente aceita.
Um dia, vão sair para jantar e ele diz, com todo o cuidado, que a roupa dela está muito decotada. Mulher de respeito não usa roupas daquele jeito. O que vão pensar dela? Se ela quiser sair assim mesmo, tudo bem, ele só está zelando por sua imagem. A mulher gosta de sua roupa, mas talvez ele tenha razão. E não custa nada agradá-lo, só dessa vez.
Mas aos poucos, ela começa a usar, cada vez mais, roupas mais sérias e sóbrias. Afinal, não quer que ninguém pense mal dela e seu companheiro só está tentando protegê-la.
Eles vão a uma festa na casa de alguns amigos e na volta ele fica amuado. Quando ela insiste em saber o que aconteceu, Júlio lhe diz que seus amigos são falsos e não gostam dela de verdade. Com exceção do Rafael que está dando em cima dela e só ela não percebe.
A mulher não acredita, mas quando saem com seus amigos novamente, ela começa a procurar sinais em todos eles. Aos poucos, vai se afastando dos homens e restringe sua amizade só às mulheres.
Mas as mulheres também não prestam. A Luciana tem inveja dela e a Raquel está sempre se insinuando para ele. Assim, Amanda começa a evitar suas amigas. Com o tempo, os convites ficam mais escassos e logo a mulher não tem mais com quem sair, a não ser os amigos de Júlio, de quem ela não gosta muito.
O homem também começa a implicar com a família de Amanda. Nada muito óbvio, nenhum insulto claro. Apenas algumas alusões à fatos que ele percebeu: sua família nunca a amou de verdade. O preferido sempre foi seu irmão. Seu pai, obviamente não gosta dele e faz com que ele se sinta um intruso na família.
Aos poucos, Amanda começa a se afastar também da família. Não tem problema, ela está com Júlio, o único que a ama de verdade.
Então, ele começa a fragilizar a confiança da mulher. Ela está engordando. Em tom jocoso, começa a chamá-la de bolota. Seus cabelos estão muito compridos. Seus cabelos estão muito curtos. Ela não vai envelhecer muito bem. Ela está com aparência de doente. Ainda bem que ele não liga para as aparências. Mas ela podia se esforçar um pouquinho mais.
Júlio sempre caçoa de Amanda, chamando-a de burrinha. Tudo o que ela diz, é bobagem. Ela não sabe de nada. Tão tapadinha, coitada.
Ele vai minando as forças da mulher em todas as áreas. Quando ela fica zangada ou ofendida, no dia seguinte ele lhe dá uma dúzia de rosas.
Em um dia, ele lhe agrada. No dia seguinte, ele a despreza.
Amanda passa a viver em uma montanha russa de emoções. Quando acha que não vai suportar mais suas grosserias, Júlio a surpreende com algum presente ou a leva para jantar em seu restaurante favorito. Ele a eleva um pouquinho, para em seguida deixá-la cair de cabeça.
Ninguém jamais vai te amar como eu te amo. Você é burra mesmo. Nossa, você está cada dia mais feia. Quem vai olhar para você? Seu gosto para roupas é muito cafona. Deixa que eu escolho o que você vai vestir. Você não percebe que todo mundo caçoa de você. Fala menos que é melhor. Não sei o que vi em você. Mas não se preocupe, estarei sempre ao seu lado.
A autoestima de Amanda nunca esteve tão baixa. Uma mulher linda, inteligente, independente. Competente em seu trabalho. Respeitada pelos colegas. Mas quando ela se olha no espelho, tudo o que ela vê é uma mulher gorda, acabada, velha, burra, desprezada, um zero à esquerda. Ela não tem mais valor. Ela não tem mais opinião própria. Era viva, alegre, sorridente. Agora mal sorri. Mas Amanda não conta nada a ninguém. Não quer que julguem seu companheiro. Afinal, ele é muito bom para ela. Se às vezes ele a magoa é porque só quer o seu bem. Ele a ama.
Depois de um tempo nesse relacionamento tóxico, Amanda já se acostumou a ser maltratada. Os insultos ficam cada vez piores. As gentilezas cessam. A sutileza some. Uma vez, a comida está sem sal. Ele joga o prato que se espatifa no chão. Furioso ele manda a esposa limpar aquela sujeira. Amanda se recusa. Está magoada e assustada. Júlio, então lhe dá um tapa na cara. Mais tarde, ele vai procurá-la no quarto e diz que ela o força a fazer essas coisas. Ele não quer, mas ela precisa aprender. Amanda, já com seu psicológico completamente fragilizado, passa a acreditar que realmente tudo é culpa dela.
Um dia a mulher chega ao trabalho com o olho roxo. Os colegas perguntam o que aconteceu e ela responde que caiu e bateu o rosto no móvel da sala.
Outro dia ela liga para o trabalho alegando que está doente. Mas quando ela volta a trabalhar, as marcas em seus braços ainda são visíveis.
A violência física e verbal vai se tornando cada vez pior. Amanda pensa constantemente em se separar, mas e se nunca mais alguém gostar dela? Ela é muito amada, tem certeza disso. Quem mais a amaria? Quem mais cuidaria dela como Júlio cuida? Ela não vale nada. Ela é feia, gorda, burra, incompetente. Quem mais ficaria ao lado dela?
E assim acontece com muitas mulheres, nesse mundo moderno, ainda nos dias de hoje. Não há, necessariamente violência física. Nem todos os relacionamentos abusivos chegam até esse ponto. Mas certamente há violência psicológica. E essa é a chave de tudo.
Como então, se proteger?
Você pensa: ah, isso jamais aconteceria comigo. Será? Imagine uma torneira pingando uma gota de água incessantemente. No começo, você não presta atenção. Depois, começa a ficar levemente irritado. Depois acha que vai enlouquecer. Mas as primeiras gotas, você nem percebe. É muito fácil se deixar influenciar sem perceber. Depois de ser bombardeado com determinada informação, o cérebro passa a acreditar naquilo que está ouvindo constantemente. E quem manda é o nosso cérebro.
Lembre-se, nem sempre percebemos essa lavagem cerebral. Precisamos estar constantemente atentos. Isso é possível? Se estivermos sozinhos, será muito difícil. A armadilha é sutil. Nenhum homem maltrata uma mulher logo que a conhece. Primeiro ele a conquista. Depois ele vai minando sua confiança pouco a pouco. As mulheres abusadas não são burras, não gostam de apanhar, não são carentes, não escolheram ser abusadas.
Então não tem saída? Sim, tem. Nunca se isole. Converse sempre com alguém de sua confiança. Você precisa ter pelo menos alguém na sua vida com quem possa conversar sobre tudo, nem que seja um terapeuta. Alguém que não vai julgar, não vai condenar, e vai mostrar uma perspectiva que você não está enxergando. Uma pessoa que possa devolver a sua voz.

Aproveite o tempo em casa para otimizar sua rotina de cuidados com a pele do rosto e corpo



Conheça os passos que o Dermatologista Marcos Bonassi orienta para manter a saúde da pele, corpo, mente e até postergar o efeito do procedimento estético nesta quarentena


A nossa rotina mudou, as atividades do escritório coincidem com as aulas online dos filhos, o dever de preparar as refeições e os outros afazeres, tudo no mesmo ambiente 24 horas e, por isso, não podemos esquecer de nos cuidar e ter um momento nosso nesse dia a dia. Para auxiliar nessa mudança de hábitos, o doutor Marcos Bonassi, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia- apresenta as dicas para viver bem e saudável neste período.

A primeira etapa é usar os produtos destinados para cada tipo de pele e manter os já prescritos pelo médico.

Limpeza e Hidratação
É recomendado lavar o rosto e fazer a tonificação de manhã e à noite. Para as peles mais oleosas, use um tônico adstringente, já as mais maduras, sensíveis ou com rosácea, recomenda-se um tônico de limpeza com propriedades calmantes e pouco teor alcoólico, que ajudará fazer a limpeza, sem causar desidratação.

A hidratação, que é o terceiro passo, se estende para todo o corpo. Para peles oleosas, um hidratante mais leve na apresentação de sérum ou loção. Para as maduras e mais ressecadas, optar por um creme hidratante. “A dica é usar no rosto produtos que contenham ácido hialurônico, ceramidas e vitamina E. No corpo, o ideal é que possuam ureia, ácido lático, ceramidas e vitamina E. O ideal é aplicar após o banho, pois a pele está mais receptiva e consegue absorver melhor”.

Para quem está em um tratamento orientado pelo dermatologista utilizando algum ácido, firmador ou clareador, pode usá-los à noite e durante o dia passe o filtro solar. O doutor Marcos alerta: “Lembrando que quem faz uso de ácidos, deve aplicar em pequenas quantidades à noite para não provocar irritação”.

Com tantas ofertas e promoções de produtos nos sites, precisamos ficar atentos, pois não é recomendado usar qualquer um deles. Há o risco de desenvolver uma alergia e precisar de um cuidado médico que, no momento, está mais restrito. Mantenha o uso do que já foi receitado. “Os pacientes portadores de doenças dermatológicas como: acne, doenças inflamatórias, eczemas e os tratamentos capilares, não devem interromper os tratamentos indicados pelos profissionais”, alerta doutor Marcos.

Proteção solar x banho de sol 
Sobre rotina de skincare diurna, o filtro solar deve ser usado diariamente na região facial, no colo e reaplicado no horário de almoço. “Como as pessoas estão dentro de casa, em atividades na frente do computador, celular, com a luz ambiente, acabam tendo contato direto com a luz branca e a própria luz que vem pela janela, que também podem afetar a pele. Por isso, o uso do protetor solar é essencial e, além disso, combate o envelhecimento da pele. O hábito de aplicá-lo nos mantém em uma rotina de disciplina e de cuidado conosco”, completa o profissional.
Apesar da proteção da pele, o sol faz falta no dia a dia. Segundo o doutor Marcos, não podemos abrir mão de um pouco de sol. “Não só para as pessoas de idade, mas para todos, recomendo sentar perto da janela (com filtro solar no rosto). Deixe um pouquinho essa luz solar entrar. Ela ativa a vitamina D, tem efeito antidepressivo e conseguimos nos animar mais. Um pouco de sol vale a pena”.

Como manter o procedimento estético facial 
Toda pele precisa ter os cuidados básico citados pelo profissional acima, porém, para quem tem aplicação de toxina botulínica A (Botox®), há uma dica que o médico dá a seus pacientes que pode fazer com que o efeito seja mais duradouro: “Uma vez que o pico da ação já foi atingido e para que o efeito do procedimento continue bonito, tente evitar o estresse e as expressões faciais muito fortes, seja durante o exercício físico ou nos períodos de maior estresse. Com a contração exagerada dos músculos faciais, pode ser que o procedimento dure menos”, orienta Dr. Marcos.

Máscaras faciais X Relaxar
Segundo o dermatologista, as máscaras são interessantes desde que escolha uma adequada ao tipo de pele. As que combatem oleosidade são para pessoas com poros abertos e um pouco de acne. “As máscaras com componentes de hidratação são sempre bem-vindas, além de funcionar com o princípio ativo, elas têm efeito relaxante para todo corpo. Então, vale a pena fazer uma ou duas vezes por semana no máximo. São momentos do dia que podemos relaxar um pouco”.

Alimentação
A alimentação é a maior fonte de vitaminas e nutrientes que podemos ter. Ter hábitos saudáveis também reflete na saúde da pele e segundo o Doutor Marcos, o equilíbrio é sempre o melhor. “Recomendamos que hoje, parado, fazendo menos atividade física, as refeições não precisam ser tão pesadas. Uma dica interessante são os legumes assados porque você pode prepará-los enquanto faz outra atividade. Os grãos são importantes e não podemos esquecer deles. A diversidade na alimentação é a melhor ideia.” Para um lanche da tarde, podemos incluir as castanhas, que possuem um poder nutritivo e ajudam muito na imunidade. 3 a 4 castanhas ou nozes por dia podem ajudar.

O doce entra também, mas nessa dieta deve-se levar em consideração o açúcar da fruta. “Recomendo sempre que a sobremesa seja uma fruta, porque ela acalma a ansiedade de quem sente falta do açúcar, ajuda no aporte de vitaminas, no funcionamento do organismo e do intestino por conta das fibras”.

Quando procurar ajuda médica? 
Segundo o dermatologista, neste período as dermatites seborreicas, a oleosidade facial, descamação entre as sobrancelhas e a caspa tem piorado um pouco. “Isso tem a ver com estresse e a falta de exposição à luz ultravioleta. Deve reconhecer e pedir ajuda ao dermatologista de forma presencial, com os devidos cuidados ou nos canais onde ele possa ser contatado”.

Para o doutor Marcos, quem tem muitas pintas é sempre bom observar. Pintas com alteração de cor, tamanho ou algum novo sintoma que não tinha, precisam ser diagnosticadas e possivelmente retiradas. “Qualquer problema de pele detectado no início a solução vai ser muito melhor”, revela o profissional.

Treinamento 100% Online e Ao Vivo - Como ser um Influenciador Digital

Todos nós estamos vivendo dias complicados com a taxa de desemprego aumentando, pessoas preocupadas com o futuro. Acredito que a internet é uma ferramenta essencial para nos ajudar nessa reinvenção pessoal e profissional.
Existem muitas pessoas que vivem de internet, fazendo seus próprios horários e ganhando muito dinheiro de qualquer lugar que tenha uma conexão wi-fi.

"Eu vivo de internet há alguns anos e por isso, preparei um TREINAMENTO INTENSIVO Super Completo com 4 horas de duração sobre COMO SER UM INFLUENCIADOR DIGITAL, onde vou te ensinar do zero tudo sobre a Profissão de Influenciador Digital para que você resgate as suas paixões e as transforme em uma fonte de renda trabalhando da sua casa." Juliana Rakoza, ganhadora de 2 prêmios Avon, incluindo o de Influenciadora Digital em 2019.

Este é o momento para você dar a volta por cima, focar as suas energias em uma nova profissão que pode estar relacionada com os seus conhecimentos e experiências do que você já fazia antes, ou até mesmo para você que quer mudar de área, atrelar as suas suas paixões e começar absolutamente do zero!

Quanto mais você deixar para depois, maior a possibilidade de outras pessoas fazerem na sua frente aquela ideia que você teve e sinto te informar: você poderá ficar muito para trás!

Nesta profissão de Influenciador Digital, QUANTO ANTES VOCÊ COMEÇAR, mais rápido você irá conquistar a sua audiência e mais rápido conquistará os seus primeiros clientes e O SEU LUCRO.

Portanto não deixe para depois, AGORA É A HORA DE AGIR!!
Esta é grande mudança que você precisa fazer na sua vida!

Data: 20/06/2020
Horário: 09h à 13h
Local: Online e AO VIVO

De 497,00 por apenas R$ 47,90

Avon e Juliana Rakoza ensinam quatro dicas para uma maquiagem de home office



A vencedora do 24º Prêmio Avon de Maquiagem, na categoria Influenciadora Digital, compartilha alguns truques para uma make prática em dias de quarentena

O isolamento social mudou a rotina de todxs e as demandas do dia a dia precisaram ser reorganizadas de acordo com a nova realidade de cada um de nós. Para quem não precisa sair de casa para trabalhar, o tempo que seria gasto no deslocamento tem sido útil para tirar alguns planos do papel; para outrxs, essas horas a mais no lar têm sido essencial para finalmente conciliar todas as tarefas do dia – afinal, nem sempre foi possível fazer aquela pausa para preparar o almoço ou acompanhar a lição de casa das crianças.

Nesse novo contexto de distanciamento, no qual os encontros virtuais substituíram os físicos, muitas pessoas não têm conseguido retomar o hábito de se arrumar da forma como gostariam ou costumavam fazer antes do início da quarentena. Quem nunca vestiu uma blusa chiquérrima para a reunião virtual, mas fez questão de manter a tão adorada calça de pijama?

Como cuidar das pessoas é a nossa cara, a Avon conversou com a maquiadora e vencedora do 24º Prêmio Avon de Maquiagem, Juliana Rakoza, para compartilhar alguns truques rápidos para te ajudar a fazer uma maquiagem de home office e arrasar naqueles dias de close online. Confira:


1 – CUIDADO COM A PELE
É o primeiro e um dos mais importantes passos - que não deve ser visto como desnecessário, viu? “Uma rotina simples de skincare faz bem para a pele, para o bem-estar e, claro, faz toda a diferença na make! Comece o dia lavando o rosto com um sabonete específico para seu tipo de pele e, logo após, aplique um hidratante, finalizando com um protetor solar. É valido ressaltar que todas as peles precisam de hidratação e que, mesmo estando dentro de casa, devemos aplicar protetor, já que além dos raios solares, também estamos expostos à luz azul, proveniente de celulares e computadores, nocivas à pele, que aceleram o envelhecimento”, alerta Juliana.

2 – PREPARAÇÃO DA PELE
“O segundo passo dependerá muito da sua rotina. Caso sua reunião seja naquele dia supercorrido, depois do ritual de cuidados com a pele, pule direto para o corretivo. É importante que o produto seja do tom exato ou mais próximo possível da sua pele. Aplique nos pontos de correção, como nas olheiras e em outras marquinhas que deseja camuflar. Com a pele hidratada e a aplicação do corretivo, você já perceberá a diferença!”, ensina a maquiadora.
Se tiver um tempinho a mais, antes do corretivo, aplique uma base levinha com textura mais líquida. Não tem pincel ou esponjinha? Os dedos são perfeitos e, assim, você pode aproveitar para sentir um pouco mais sua própria pele e apreciar esse momento consigo mesmx. Sele as áreas de maior oleosidade e linhas finas com um pó compacto, isso garantirá que a make durará mais tempo.
A maquiadora destaca a importância de aplicar um blush para dar ao rosto um aspecto ainda mais saudável e ensina o truque: “sempre sorrindo, aplique nas maçãs do rosto e leve o pincel para trás no sentido das têmporas, com movimentos de vai e vem. Dessa forma, o resultado ficará mais natural”, finaliza.

 Pronto, a produção já estará um pouco mais elaborada!

3 – PREPARAÇÃO DOS OLHOS
Nas reuniões virtuais, destacar os olhos pode fazer toda a diferença. Para não ter erro, uma sombra marrom aplicada com os dedos dará mais profundidade ao olhar e tornará o visual mais impactante. “Caso prefira um toque extra, aplique uma sombra clara com cintilância por toda a pálpebra móvel e uma sombra marrom apenas no cantinho externo do olho, esfumando-a até o côncavo. Aqui será necessário um pincel para essa aplicação”, explica Juliana.

As sobrancelhas também são parte essencial da região dos olhos e não devem ser esquecidas. Juliana ensina a penteá-las para cima e preenchê-las com um produto adequado e que você tenha facilidade para aplicar. Isso levantará o olhar! Aproveite para usar a mesma escovinha para esfumar o seu preenchimento, intensificando o efeito natural. Finalize com máscara de cílios.

4 – LÁBIOS       
Use seu batom favorito. A vantagem da sombra marrom é combinar perfeitamente com qualquer cor escolhida. Se preferir algo mais natural, opte por um balm com cor.
Sem dúvidas, com essas dicas, o seu mood do dia será outro!  A Avon espera que elas possam facilitar a sua atual rotina e que todxs se sintam empoderadxos e sem medo de ligar a câmera em reuniões virtuais!

Lista de produtos sugeridos:
Renew Antirrugas com Triplo Ácido Hialurônico - R$119,90
Sabonete Gel de Limpeza Facial Renew R$9,90
Protetor Facial Diário Renew Pollution Protect+ FPS 50 R$46,90




Base Líquida Power Stay R$59,99
Corretivo Líquido Matte R$29,99
Pó Compacto Facial Matte R$47,99






Blush em pó Avon R$44,99
Quarteto de Sombras Metálico Matte R$53,99






Máscara Sobrancelhas Perfeitas Avon R$34,90
Máscara de Cílios Supershock Max R$33,99
Lip Balm Tint Jelly Kiss R$19,99

Plataforma de Cursos Online por Apenas R$ 39,90/Beauty4Share

A Beauty4Share, escola de beleza em São Paulo, segue fechada e para manter a estrutura (aluguel e salários dos colaboradores e professores) criara a PLATAFORMA ONLINE COM DIVERSOS CURSOS por 39,90! 
Assim, colaboram para a sua formação por um preço super acessível e você também ajuda a manter o negócio (que já mudou tantas vidas) funcionando até o final desta crise!
Os conteúdo foram pensados com muito carinho, são conteúdos inéditos, vale a pena conferir, acesse o link abaixo:
Confira os diversos cursos disponíveis. Vale lembrar que a ação é exclusiva, as aulas serão ao vivo e não ficarão gravadas. Cursos com professores renomados da área de beleza no mercado nacional e internacional.
Acelere sua carreira o mercado de beleza! 



























Apenas R$ 39,90 cada curso.
Oportunidade única no mercado de beleza nacional.
Inscrição AQUI.

Usar máscara salva vidas!


Confira alguns modelos lançamentos da Lalalu para enfrentar essa pandemia o mais seguro possível.

O uso de máscaras se tornou um dos maiores aliados no combate contra o novo coronavírus, doença que vem assolando a nossa população, isso porque o Covid-19 é transmitido, principalmente, por gotículas de saliva contaminadas que acabam sendo levadas pelas mãos à algumas partes do corpo, como boca, nariz e olhos, por exemplo.
Desse modo, em um primeiro momento, as máscaras eram para uso exclusivo de pessoas infectadas, para evitar a contaminação involuntária. Porém, nas últimas semanas os órgaos oficiais da saúde orientaram para que todos, quando precisarem sair às ruas, utilizem máscaras para se proteger, visto que uma parte das pessoas contaminadas são assintomáticas, ou seja, não apresentam sintoma nenhum da doença! 
E é justamente por isso que o uso correto desse simples acessório pode salvar vidas.
Lalalu resolveu entrar nesse combate e começou a produzir algumas máscaras que atualmente estão sendo vendidas em fármacias, drogárias e lojas on-line de cosméticos.


O mercado de Beleza em Tempos de Quarentena - Beauty4Talk

A Melhor Escola de Beleza a Beauty4Share, lança um projeto inovador no Brasil - uma semana de imersão no mundo da beleza e atualidades, o Projeto Beauty4Talk, totalmente gratuito. Questionamentos como: O que farei após a quarentena? Como fica o mercado de beleza em tempo de pandemia? A Beauty4Share lança a série de Beauty Talk online totalmente gratuito, com dicas das principais ações para se manter ativo na profissão.


Confira abaixo a programação e já clica no link de inscrição AQUI

Dia 17 de maio: De Maquiador a Enfermeiro: Cenário Realista da Pandemia no Brasil

Conheça a história do Adauto Brandolise, profissional de Beleza que voltou para enfermagem está na linha de frente em hospital de campanha em SP 

Dia 18 de maio: Transição de carreira pós quarentena: Descubra quais são as Melhores Oportunidades no Mercado da Beleza 

Dia 19 de maio: Transformação Digital dos Profissionais de Beleza: O que você está perdendo por não usar as estratégias de Marketing Digital 

Dia 20 de maio: Sanidade Mental em Tempos de Isolamento 

Dia 21 de maio: Maquiagem aliada as máscaras de de proteção 

Dia 22 de maio: Criatividade e Inovação durante o Isolamento 

Dia 23 de maio: Biossegurança para profissionais de beleza










Pode preparar o coração, porque além de ser 100% GRATUITO, em cada edição teremos um assunto diferente e revelante para o nosso setor!

INSCRIÇÃOhttps://lp.julianarakoza.com/beauty4share-talks/