Estilo na decoração


Conforto, funcionalidade e beleza são itens que buscamos para o nosso lar. Mas como começar? O ponto inicial é descobrir o seu estilo. 


Os principais estilos atribuídos ao design tem ligação a fatores históricos, tecnológicos e culturais. Pode ser que você se identifique com um ou acabe mesclando a outro estilo. Vamos lá?

CLÁSSICO


É um estilo notado por suas linhas elegantes e ricas, sempre bem requintadas, baseadas na época da História grega e romana. 


Utiliza-se de materiais como madeira escura e mármore, tecidos escuros ou bem claros e mobiliários com curvas. As cores predominantes são bordô, azul-marinho, dourados, prateados, branco e rosa bebê. Cristais, candelabros, espelhos em molduras ornamentadas, lustres grandes e arranjos florais são as peças do design que bem trabalhadas trazem harmonia ao estilo clássico.

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest

CONTEMPORÂNEO

O estilo contemporâneo frisa a importância da funcionalidade, ou seja, qualidade além da quantidade. Com mais liberdade de expressão, podemos trabalhar com conjuntos de materiais, texturas e características personalizadas. O traço do estilo é simples, angular com superfícies lisas e formas geométricas. Possui revestimentos como vidro, pedra, cimento, metal, aço, mármore, madeira clara e escura, têxteis, vinil, corda, flanela, lã, algodão, linho, seda, caxemira e juta. Podemos usar materiais diversos e texturas artesanais, antigas ou tecnológicas, desde que exista um objetivo para este material.

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest
MODERNO

O ambiente moderno é todo pensado em seu funcionalismo, segurança e durabilidade. Possui linhas simples, retas ou curvas, com cores sem muitas misturas como o branco e preto. É um estilo em que se busca inserir tecnologias desde que exista um propósito.

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest
MINIMALISTA

Menos é mais. É um estilo que transmite a simplicidade com perfil prático e atual. Baseia-se na tranquilidade e foge das informações de estilos como rústico, clássico e retrô por exemplo.

Usa e abusa da luz natural, com linhas simples nos mobiliários. As cores mais usuais são neutras como preto, branco, cinza, azul e verde. As formas são geométricas e assimétricas. Predominam materiais como madeira, vidro, inox, espelho, pele e granito.
O minimalismo é o queridinho do momento. Já perceberam?





RETRÔ E VINTAGE

 São dois estilos que muitos se confundem. O estilo retrô utiliza de características antigas, porém, produzidas hoje em dia com materiais e tecnologias para confeccionar réplicas de peças e projetos antigos. Já o estilo vintage é a apropriação de algo realmente antigo para agregar objetos, texturas e materiais a um ambiente moderno.

Como exemplo, temos o frigobar retrô com seu design antigo, mas com tecnologia nova.
O estilo retrô possui cores mais vivas, texturas diferentes, adesivos e materiais mais escuros.


O estilo vintage possui tons mais pastéis e suas linhas são mais curvas, papéis de parede, lustres e arabescos.



Imagem: Westwing
RÚSTICO

Refere-se à natureza, dando aquele ar de imperfeição, mas não de mal feito. Geralmente é um estilo que transmite história de uma geração com seus objetos que trazem memória.
Os materiais são madeira, pedra, tecidos lisos e claros, objetos antigos, luz amarela, branco sujo e tonalidades pastéis. Texturas florais, listradas, patchwork, o algodão e a chita. Objetos em cobre, colheres de pau, velas, utilidades antigas, cerâmica, livros, latas decorativas e ainda peças feitas à mão.




Identificou-se com um dos estilos? Que tal ousar e colocar a mão na massa? Considere o seu estilo de vida, planejando e utilizando algumas coisas que você já tem e então dê personalidade à sua casa!
Um grande abraço e até a próxima!

Vanessa Matos
Designer de Interiores


Compartilhe:

Postar um comentário