"Cecê" pode ser doença

O texto a seguir foi escrito, enviado por uma assessoria de imprensa e publicado gratuitamente.  O conteúdo não reflete necessariamente minha opinião sobre o serviço ou produto mencionado.

Dermatologista Ricardo Fenelon Explica Que Suor Excessivo E Mau Cheiro Nas Axilas São Incômodos Que Podem Ser Tratados


Não há quem não se incomode com alguns odores do corpo, como o desagradável mau cheiro das axilas. Nessa época de calor, aumentam as chances de exalar esses odores. Mas, nem sempre essas manifestações estão ligadas a má higiene pessoal. Em alguns casos, o forte odor pode estar relacionado à presença de bactérias na pele.

A alteração no cheio do suor é conhecida como bromidrose. A transpiração em si não possui cheiro, mas em contato com bactérias que se instalam na superfície da pele causam o distúrbio. “O suor é um processo extremamente necessário e natural que faz com que nosso corpo não tenha um aquecimento excessivo. Mas, é preciso ficar de olho nos sinais que o corpo apresenta”, afirma o dermatologista Ricardo Fenelon.

Mudanças simples de hábitos podem ajudar no combate ao problema. A depilação é muito importante, pois ajuda a evaporar o suor, além de diminuir o odor causado pelas bactérias que se alastram devido à umidade retida nos pelos. O uso de sabonetes antissépticos na região das axilas e aplicação de desodorante com substâncias antibacterianas e antifúngicas também são recomendados. Peças de algodão são as mais indicadas tanto para as roupas como para as peças íntimas. Evite os tecidos sintéticos, pois retêm o suor. Nos dias mais quentes, evites roupas escuras e tecidos pesados.

“Em alguns casos, o tratamento vai além da mudança diária, sendo necessária a ingestão de medicamentos e até cirurgias. Na dúvida, procure um médico de sua confiança e escolha o tratamento adequado”, alerta o dermatologista.

DERMATOLOGISTA RICARDO FENELON
CLÍNICA DE DERMATOLOGIA DR. RICARDO FENELON
SCN, Shopping Liberty Mall, Torre B, Cj. 1212
Brasília – DF

Compartilhe:

Postar um comentário