Maybelline promove workshop de maquiagem para deficientes visuais

O texto a seguir foi escrito, enviado por uma assessoria de imprensa e publicado gratuitamente. O conteúdo não reflete necessariamente minha opinião sobre o serviço ou produto mencionado. 


No último sábado, Maybelline reforçou que a beleza é para todos. Em uma ação de inclusão, a marca promoveu um workshop ministrado por sua maquiadora oficial, Juliana Rakoza, na Adeva – Associação de Deficientes Visuais e Amigos. O objetivo do projeto foi destacar como a maquiagem pode ajudar na autoestima e que os desafios enfrentados com a deficiência não impedem mulheres de serem independentes e poderosas.


Juliana Rakoza deu dicas de maquiagem para deficientes visuais, entre elas:
- Na hora de passar o blush, sorrir ajuda na hora de encontrar o local correto de depositar o produto: as maçãs do rosto;
- Para passar o batom, o dedo indicador é o ajudante perfeito. Ele deve ficar encostado na linha dos lábios guiando o batom para que o produto não ultrapasse e não borre, até que o contorno fique completo. Se o batom borrar, o dedo indicador pode limpar a área do contorno dos lábios com a base.
- A máscara de cílios também tem um cuidado especial: o dedo indicador auxilia na hora de passar o produto, ficando por baixo dos cílios e não deixando que o pincel entre nos olhos.
O evento reforçou o posicionamento global da marca, “Make it Happen”, traduzida no Brasil como “Faça Acontecer”. A mensagem institucional valoriza uma nova geração de mulheres, livre para se expressar de diferentes maneiras, que aposta em sua singularidade e usam a maquiagem como reflexo de sua personalidade.


x_d5db45e

Compartilhe:

Postar um comentário