A importância do Perfil Cosmético - pH do produtos


Porque alguns tratamentos  cosméticos dão errado?

Eis a pergunta que não quer calar, mesmo utilizando produtos de qualidade, renomados no mercado, caríssimos e até raros, alguns cabelos não reagem aos tratamentos cosméticos. Precisamos compreender algo em relação aos cosméticos e sua dinâmica nos cabelos. Os cabelos possuem necessidades acidificantes, para que suas cutículas permaneçam unificadas e organizadas físicas e quimicamente, ou seja, precisamos ter um uso constante de produtos com pH em torno do  3.5 a  5.0, pois a variação da cosmética em níveis mais altos vai contribuir para a abertura cuticular e sua desorganização química.


O que isso quer dizer?

No afã de ter cabelos bonitos e saudáveis, fazemos investimentos impensados sem o auxilio de um profissional para diagnosticar e indicar a melhor terapia cosmética, então decidimos por uma compra muitas vezes pela indicação de um leigo ou por um marketing das estrelas de Hollywood, ou um desespero interno por produto novo e a loucura do consumismo. Os cabelos na presença da acidez, através dos cosméticos, vão ter mais brilhosos, sedados e deseletrificados. Os cabelos na presença da alcalinidade vão estar fofos, desorganizados , enredados e opacos.

Os produtos que compramos precisam conversar entre si quimicamente para que uma terapia cosmética alcance sucesso. Não faz sentido termos no armário do banheiro produtos de pH 3 e produtos de pH 7 e usá-los intercalados, pois eles estão brigando quimicamente. O cabelo não resiste a essa discussão. Os cabelos começam a sofrer de uma inconstância cosmética e a se revoltar por falta de foco. O pH mais apropriado aos cabelos é o ácido, pois fica próximo ao pH fisiológico dos mesmos que é 4.1, ou seja, ácido. Então, todo produto que variar em 1.5 abaixo ou 1,5 acima de 4.1 não trará benefícios de tratamento cosmético aos cabelos. Os pH altos ou os baixos tem objetivos específicos para momentos particulares dos cabelos, exemplo: quando antes de um processo químico queremos sensibilizar os cabelos para colaborar com o processo precisaremos utilizar um pH alcalino.

Quando após uma química queremos retomar o pH natural ou neutralizar o processo que esta sendo efetivado, precisaremos usar produtos com pH ácido.

Um dia desses uma cliente entrou pela porta do meu consultório com duas sacolas lotadas de produtos a meu pedido, pois sempre avaliamos para emitir o perfil cosmético, pois acredito que o uso de cosméticos contrapostos  pode tanto danificar um cabelo como inviabilizar o sucesso dos tratamentos que efetuamos.   Após a emissão do perfil cosmético desta cliente, descobrimos o porque de alguns tratamentos cosméticos darem errado. Nossa cliente loira na altura de 10 com uma progressiva nos fios e sobrecarregada de pigmento matizando de shampoo silver, estava utilizando uma cosmética com um perfil de alcalinidade em torno do 7.5. Isto estava provocando frizz, opacidade e enredamento. Nossa cliente não conseguia ela própria fazer sua escova rotineira e achava que o problema estava em que havia ficado loira recentemente.


Agora você e eu já temos uma ideia porque muitos cabelos não se dão tão bem com cosméticas comuns ou especiais de mercado, pois não basta apenas poder comprar , precisamos aprender a comprar.


Os produtos indicados para o cabelo da Garota Jambo durante o processo de Transição Capilar são os com pH entre 3,5 e 4,0 para que haja uma "conversa" entre os cosméticos e a dinâmica do cabelo que neste momento pede produtos com emoliência e próprio para cabelos sensíveis.

No próximo post: Como fazer o perfil cosmético.

By  Denise Braga
Terapeuta Capilar, autora do livro Manual de Instruções - Terapia Capilar pelo Senac - 2014

Deixe sua pergunta para o especialista nos comentários, acesse nossas redes sociais @FiosSpa NO Instagram ou pelo e-mail: fiosspacapilar@gmail.com


x_d5db45e

Compartilhe:

Postar um comentário