Bronzeamento amarelo-escritório? Ah!!!!! Nunca mais.

Garota Jambo em todas as estações do ano

Quando faltam três meses para o verão, as mulheres começam a pensar em como se preparar para chegar com tudo à estação mais quente do ano. É na primavera que as academias de ginástica voltam a ser procuradas. Também é nesta época que devemos tomar os primeiros cuidados para conquistar um bronzeado perfeito, de forma saudável, livre de riscos. Bem passou...

E o Verão chegou e agora??? O bronze perfeito não existe, mais posso aperfeiçoa-lo com produtos?


Confira abaixo dez dicas de especialistas para curtir o verão sem passar vergonha.


1) Use filtro solar
Para ter um bronzeado saudável, é importante que ele seja gradual. Por isso, comece utilizando filtro solar fator 30. Com o passar dos dias, diminua o fator de proteção, mas nunca pegue sol sem filtro solar. Dependendo do tom da pele, não é recomendável usar filtros solares que tenham fator de proteção menor que 15. No entanto, pessoas com pele naturalmente morena podem chegar ao fator 40. Não importa qual é o produto que você vai aplicar na pele, passe de maneira homogênea, no corpo todo. No caso dos protetores, não se esqueça de áreas importantes que costumamos deixar de lado, como as orelhas e o peito do pé. Ninguém quer ficar com o rosto moreno e a orelha vermelha.

2) Descubra seu tipo de pele
Não importa o tipo de pele: usar filtro solar é fundamental.
Existem cinco tipos de pele. Por isso, há tantas variedades de filtro solar no mercado. Os brasileiros, no geral, têm pele tipo três, que é branca mas consegue se bronzear. As peles tipo 1 e 2 são as totalmente brancas e ficam avermelhadas quando tomam sol. Filtros solares em creme são indicados para pessoas com a pele mais seca. A versão em gel serve melhor a quem tem pele oleosa. Se você costuma ficar com a pele brilhosa no final do dia, principalmente na área do rosto, gel é a pedida certa. De qualquer maneira, consulte sempre um dermatologista para não errar. Usar filtro solar comum em uma pele oleosa, por exemplo, pode provocar surtos de acne nas costas e no rosto.

3) Coma alimentos com carotenos

Cenoura, tomate e beterraba são exemplos de comidas que ajudam a proteger a pele

Cenoura, abacate e tomate: alimentos que possuem tipos de caroteno. Ao contrário do imaginado, alimentos que contêm carotenos não tornam o bronzeado mais fácil. No entanto, assim como o filtro solar, cenoura, mamão, tomate, pimentão e beterraba, entre outros, ajudam a proteger a pele. Os carotenos evitam queimaduras, ideal é ingerir pelo menos um alimento que contenha esse tipo de substância por dia.

4) Tome cuidado com a depilação
Dependendo da técnica, é preciso esperar até dois dias antes de tomar sol. Para ficar sem pelos no corpo e com um bronzeado homogêneo, é preciso se programar. Depile-se de dois a três dias antes de tomar sol, principalmente se usar métodos como cera ou laser. Caso você use as lâminas caseiras, espere pelo menos 24 horas antes de ir ao sol. 

5) Evite sabonetes esfoliantes
Esfoliantes são aliados apenas para bronzeamentos por a jato e com cosméticos. Apesar de deixar a pele lisinha, os sabonetes esfoliantes tiram nossa proteção natural. As células mortas retiradas com a lavagem servem para bloquear parte dos raios solares.

6) Não tome banho antes do sol
Tomar banho elimina as células mortas, que protegem a pele. Pode parecer nojento, mas se deitar ao sol sem tomar banho é mais uma forma de proteger a pele. Assim como os sabonetes esfoliantes, o banho retira as células mortas, que existem exatamente para ser uma barreira de proteção das células vivas.

7) Hidrate a pele após o sol
É importante hidratar a pele após o sol para evitar ficar com a pele como um maracujá de gaveta. Mesmo que de forma cuidadosa, o bronzeamento é invasivo para a pele. Por isso, para não ficar com a pele como um maracujá de gaveta, é importante passar creme hidratante logo após sair do sol.,esse tipo de produto consegue “acalmar” a pele, como se fosse um anti-inflamatório.

8) Se sua pele for muito branca, use autobronzeadores em creme

Marcas de cosméticos brasileiras e internacionais têm versões dos autobronzeadores. Os autobronzeadores funcionam como tinturas para a pele. Eles têm diidroxiacetona, substância que forma a pigmentação sem precisar de luz. Ao lado do bronzeamento a jato, esta é a forma mais saudável de ficar com a pele bronzeada, de acordo com todos os dermatologistas consultados. O procedimento não possui contra-indicações e pode ser realizado por pessoas de qualquer idade e com qualquer tom de pele. Várias marcas de cosmético têm esse tipo de produto, que custa, em média, R$ 50,00.
Por outro lado, o bronze não é tão duradouro quanto o adquirido através do sol, já que se mantém entre sete e dez dias. Pessoas com a pele seca e que vão muito a piscinas têm tendência a perderem a cor mais rapidamente. No caso dos autobronzeadores, os sabonetes esfoliantes são aliados.

9) Se possível, vá a clínicas que realizam o bronzeamento a jato
Bronzeamento a jato é uma das formas mais saudáveis de escurecer a pele. Cada sessão custa cerca de 110 reais, com duração de aproximadamente uma hora e meia. Na maioria das clínicas, está incluso no preço da sessão uma esfoliação especial no corpo todo, para garantir o bronzeado mais duradouro e natural. Logo após fazer o bronze a jato, é importante tomar cuidado com as roupas, porque esses produtos podem manchar tecidos de algodão. O bronzeamento a jato não possui contra-indicações, apesar de durar menos que o bronzeado adquirido com o sol.

E lembre-se: cuidado com métodos de bronzeamento artificial, se o sol que é natural já prejudica em excesso e sem proteção, imagina os outros.



Beijos, beijinhos e BEIJÕES

Clau Jambo

Compartilhe:

Postar um comentário